terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Homenagem a um cidadão muito especial

ANTÔNIO JACQUES BARBOSA DE MORAES


No final dos anos 1980 eu residia com meus pais, Antonio Baptista de Mendonça e Carmen de Araújo Porto Baptista, na Rua Capitão Braz, nº 52. Minha mãe padecia então do Mal de Alzheimer, doença pouco conhecida na época e que causa, entre outros sintomas, perda de memória. Nossa família era, como sou até hoje, consumidora de um produto tradicional em São João Nepomuceno: o café Santa Cecília.

Durante muitos anos minha mãe fez o trajeto de nossa casa até à loja da empresa,na Rua Duque de Caxias, onde semanalmente adquiria o saboroso produto. O tempo foi passando, e quando ela ficou doente, logo no início da enfermidade, começou a agir como se fosse uma criança que foge de casa.Na maioria  das vezes em que minha mãe “fugia” de casa ela acabava indo, por força do hábito, para a loja do Café Santa Cecília, não sabendo como voltar. Nessas ocasiões sempre era o proprietário, Antônio Jacques que, atenciosamente e com todo o carinho, a reconduzia à nossa residência. Até que, um dia, tivemos que tomar providências para que as fugas de minha mãe não mais acontecessem, para sua própria segurança. Nossa família sempre se sentiu muito grata pela maneira carinhosa com que o comerciante e empresário tratava minha querida e saudosa mãe.

Os anos foram passando até que, em 1992, Antonio Jacques Barbosa de Moraes foi eleito prefeito de nossa cidade, assumindo o cargo em janeiro de 1993, aos 48 anos de idade. Em sua administração, marcada pela austeridade e respeito ao dinheiro público, nosso amigo e companheiro Antônio Jacques, foi responsável pela realização de um respeitável número de obras , entre elas a construção dos centros comunitários dos distritos de Roça Grande, Ituí, Cafés, Géo, assim como dos bairros São José e Benetti. As obras de maior destaque, no entanto, foram, a construção, em parceria com o Governo Estadual, do prédio onde hoje funciona a Escola Girassol, no Bairro Três Marias e a construção do CAIC, no mesmo bairro, em parceria com o Governo Federal
.
 Sobre a construção do CAIC tenho como informar alguns detalhes relacionados a ela, pois passei a residir no Bairro Três Marias em maio de 1994 e nessa época tive conhecimento de que a intenção do prefeito Antonio Jacques era de que, no terreno em frente à minha casa, na Rua Salustiano Ferraz de Castro, fosse instalado o pátio de estacionamento dos veículos e máquinas pertencentes ao município. A terraplanagem do local chegou a ser realizada, mas nesse meio tempo, por parte do Governo Federal, surgiu a proposta de construção de uma unidade do CAIC em nosso município. Foi então que,numa atitude inteligente e visionária, Antônio Jacques concluiu que a proposta era irrecusável, dada a importância do projeto e o seu elevado investimento. Na época, companheiros de política chegaram até a aconselhá-lo que não aceitasse, afirmando até mesmo, que a edificação se tornaria um “elefante branco” para o município. Mas Antônio Jacques manteve a decisão e assinou a parceria com o Governo Federal. Então, graças à visão administrativa do nosso prefeito, o Bairro Três Marias recebeu de presente a maior obra federal já construída na história de São João Nepomuceno: o CAIC “Dona Prudenciana Faustina de São José”, inaugurado em dezembro de 1996 e onde passaram a funcionar o Posto de Atendimento do Programa Saúde da Família, a Escola Municipal Três Marias e a Creche “Ursinho Sabido”, prestando um grande serviço à comunidade. Além de tudo a edificação que abriga o CAIC, pertencente ao Programa Nacional de Apoio Integral à Criança e ao Adolescente, deu ao bairro um ar  de modernidade e alegria, graças ao estilo arquitetônico e às cores vivas de sua pintura.
PLACA COMEMORATIVA DA INAUGURAÇÃO DO CAIC - HOMENAGEM ESPECIAL ÀS CRIANÇAS (FOTO: ALYNE SILVA)


Tenho a honra e a alegria de ter podido acompanhar de perto todo o desenrolar daquela importantíssima obra e, mais tarde, ter participado da solenidade de sua inauguração.

Outro fato importante ocorrido na administração de Antônio Jacques Barbosa de Moraes (1993/1996) foi o encontro em Brasília com o então Presidente Fernando Henrique Cardoso, acompanhado de empresários são-joanenses e autoridades.

DA ESQUERDA PARA A DIREITA: DR. MURILO ARAÚJO, DA FIENMG (FEDERAÇÃO DA INDÚSTRIAS DE MINAS GERAIS; SALUSTIANO DA COSTA LIMA DA SILVA, PRESIDENTE DA COMPANHIA BRASILEIRA DE LÍTIO; JORGE PROTÁZIO ARVELOS ( CENTURY INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE ROUPAS); AUGUSTINHO DE SOUZA REZENDE (CONFECÇÕES BABY); JÚLIO DESSUPOIO (DESSAN);FHC; PREFEITO ANTÔNIO JAQUES BARBOSA DE MORAES; DEPUTADA FEDERAL MARIA ELVIRA; PAULO RICARDO (PIONIERI); SIDNEY DA SILVA SOARES,PRESIDENTE DO SINDICATO DOS TRABALHADORES DAS INDÚSTRIAS DE VESTUÁRIO E CALÇADOS; DR.JOSÉ CARLOS LAMAS , PROCURADOR DO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO NEPOMUCENO E DR. SEBASTIÃO CARLOS LEITE, DIRETOR DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL (FOTO PUBLICADA NO JORNAL "VOZ DE S. JOÃO", EDIÇÃO Nº 2982) - CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIÁ-LA


Por tudo que relatei, deixo aqui registrada minha simples, porém sincera homenagem, a esse cidadão muito especial chamado Antônio Jacques Barbosa de Moraes, que, felizmente ainda está entre nós,  podendo, assim, apreciar os efeitos do seu trabalho como um dos grandes administradores públicos que passaram pela história de São João Nepomuceno.Deixo também um forte abraço a esse amigo a quem aprendi admirar e respeitar como um ser humano da melhor qualidade!

                                               Por Nilson Magno Baptista

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Empresas e Serviços em destaque (1)



Iniciando nossa série de reportagens dedicada às empresas e prestadores de serviços que se destacam em São João Nepomuceno trazemos hoje informações sobre Estofamentos (reformas em geral) e Guitelas (fabricação de telas e cavaletes para artistas plásticos).
REPRODUÇÃO DO CARTÃO DE VISITAS

Fizemos uma visita ao local de trabalho - Rua Zita Barroso , Chácara dos Palmares - do Sr. Delcy Luiz Gonçalves, conhecido como “Piu”, responsável pelos serviços prestados em confecção e reforma de estofados, produção de “pufs”, almofadas e poltronas para uso infantil e adulto, além do setor relativo a fornecimento de telas para pinturas e cavaletes utilizados em trabalhos realizados por artistas plásticos.
REPRODUÇÃO DO CARTÃO DE VISITAS

Nosso amigo “Piu”, com sua costumeira atenção e simpatia atende no endereço já citado ou pelos telefones cujos números constam nos cartões de visitas que aqui reproduzimos.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

E o Sr. Pedro se foi...

SR. PEDRO, UM GRANDE COMPANHEIRO 
                                        Por Nilson Magno Baptista

Tive uma feliz e proveitosa convivência com esse homem simples, prestativo e amoroso para com os amigos e principalmente com a família. Trabalhador consciente de suas obrigações, religioso, militante político e cidadão querido em nossa comunidade, o nosso amigo mantinha sempre um sorriso cativante e fazia de tudo para que as pessoas que estivessem à sua volta ficassem sempre à vontade. Muitas e muitas vezes estivemos juntos em memoráveis campanhas eleitorais, a última delas encerrada recentemente com a vitória do candidato que apoiamos: o empresário Ernandes José da Silva.

 Desde que me tornei cadeirante, em 2001, Sr.Pedro da Silva, antigo servidor público do nosso município, todas as vezes que se encontrava comigo pelas ruas se prontificava a me auxiliar, ou na travessia de alguma rua, ou na subida de algum degrau ou rampa.

Católico praticante ele gostava de atuar como figurante na “Paixão e morte de Jesus Cristo”, encenada há vários em nossa cidade pelo Grupo de Teatro "Novos Horizontes" dirigido por Wolney Fabiano de Morais.


Infelizmente chegou a sua hora de se despedir deste mundo material, e nosso querido amigo se foi de maneira suave e discreta, da mesma forma com que sempre se portara em vida. Seu corpo foi levado à sepultura hoje, às 13 horas, com grande acompanhamento de familiares e amigos. Paz à sua alma e à família os nossos sentidos pêsames pela irreparável e dolorosa perda sofrida. 

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Três Marias: obra inacabada preocupa moradores

PORTÃO É EXTREMAMENTE NECESSÁRIO PARA  A SEGURANÇA E A PROTEÇÃO DO PATRIMÔNIO CONTRA DEPREDAÇÕES, MAS AINDA NÃO FOI COLOCADO. E ISSO VEM CAUSANDO MUITA PREOCUPAÇÃO (FOTO: TARCÍSIO MESQUITA)

Um grupo de moradores do bairro Três Marias está se mobilizando no sentido de criar uma entidade denominada AMATREMA (Associação de Moradores e Amigos do bairro Três Marias), cujo objetivo principal é o de defender os direitos e interesses daqueles que residem naquela comunidade. Uma das grandes preocupações dos moradores é com relação ao andamento das obras de construção da Quadra Poliesportiva localizada no bairro, que vem se arrastando há vários meses e, agora, faltando cerca de 60 dias para o término do mandato da administração Célio Ferraz, ainda deixa muitas dúvidas quanto à sua conclusão. A quadra não foi inaugurada nem entregue oficialmente. Faltam alguns importantes detalhes, como, por exemplo, a colocação de um portão na entrada do antigo campo de futebol, onde a quadra foi construída. Essa é uma questão ligada ao esquema de proteção do patrimônio público contra depredações e vandalismo e não pode deixar de ser resolvida.

FALTA ACERTO DO BARRANCO E PLANTIO DE GRAMA, PARA COMPLETAR O ACABAMENTO  (FOTO: TARCÍSIO MESQUITA)

FALTA O ACERTO DO BARRANCO E A REFORMA DO PASSEIO (FOTO: TARCÍSIO MESQUITA)
MAIS UMA PARTE DO LOCAL QUE NECESSITA CUIDADOS (FOTO:TARCÍSIO MESQUITA)
A QUADRA VISTA DE OUTRO ÂNGULO (FOTO:TARCÍSIO MESQUITA)



Quanto à criação da AMATREMA, seus estatutos sociais já estão sendo elaborados e brevemente serão encaminhados para registro em cartório, a fim de que a ASSOCIAÇÃO possa adquirir personalidade jurídica e obter legitimidade para representar os interesses dos moradores do bairro. O projeto dos criadores dessa entidade é que, depois de uma negociação com a nova administração municipal, que assume em janeiro próximo, as associações dos bairros Centenário e Três Marias, possam, em parceria, administrar o campo de futebol e a quadra poliesportiva recém-construída, assim que a obra esteja integralmente concluída e entregue à comunidade
.

sábado, 1 de outubro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 16)


Nossa última reivindicação antes das eleições municipais deste ano de 2016 é que se cumpram as determinações contidas na Lei Federal nº 13.146, de 6 de julho de 2015 (ESTATUTO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA). Entre essas determinações um dos capítulos se refere à questão da ACESSIBILIDADE sobre a qual publicamos alguns artigos a seguir:
DA ACESSIBILIDADE
CAPÍTULO I
DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 53.  A acessibilidade é direito que garante à pessoa com deficiência ou com mobilidade reduzida viver de forma independente e exercer seus direitos de cidadania e de participação social.

Art. 54.  São sujeitas ao cumprimento das disposições desta Lei e de outras normas relativas à acessibilidade, sempre que houver interação com a matéria nela regulada:
I - a aprovação de projeto arquitetônico e urbanístico ou de comunicação e informação, a fabricação de veículos de transporte coletivo, a prestação do respectivo serviço e a execução de qualquer tipo de obra, quando tenham destinação pública ou coletiva;
II - a outorga ou a renovação de concessão, permissão, autorização ou habilitação de qualquer natureza;
III - a aprovação de financiamento de projeto com utilização de recursos públicos, por meio de renúncia ou de incentivo fiscal, contrato, convênio ou instrumento congênere; e
IV - a concessão de aval da União para obtenção de empréstimo e de financiamento internacionais por entes públicos ou privados.

Art. 55.  A concepção e a implantação de projetos que tratem do meio físico, de transporte, de informação e comunicação, inclusive de sistemas e tecnologias da informação e comunicação, e de outros serviços, equipamentos e instalações abertos ao público, de uso público ou privado de uso coletivo, tanto na zona urbana como na rural, devem atender aos princípios do desenho universal, tendo como referência as normas de acessibilidade.

§ 1o  O desenho universal será sempre tomado como regra de caráter geral.
§ 2o  Nas hipóteses em que comprovadamente o desenho universal não possa ser empreendido, deve ser adotada adaptação razoável.
§ 3o  Caberá ao poder público promover a inclusão de conteúdos temáticos referentes ao desenho universal nas diretrizes curriculares da educação profissional e tecnológica e do ensino superior e na formação das carreiras de Estado.
§ 4o  Os programas, os projetos e as linhas de pesquisa a serem desenvolvidos com o apoio de organismos públicos de auxílio à pesquisa e de agências de fomento deverão incluir temas voltados para o desenho universal.
§ 5o  Desde a etapa de concepção, as políticas públicas deverão considerar a adoção do desenho universal.

Art. 56.  A construção, a reforma, a ampliação ou a mudança de uso de edificações abertas ao público, de uso público ou privadas de uso coletivo deverão ser executadas de modo a serem acessíveis.

§ 1o  As entidades de fiscalização profissional das atividades de Engenharia, de Arquitetura e correlatas, ao anotarem a responsabilidade técnica de projetos, devem exigir a responsabilidade profissional declarada de atendimento às regras de acessibilidade previstas em legislação e em normas técnicas pertinentes.
§ 2o  Para a aprovação, o licenciamento ou a emissão de certificado de projeto executivo arquitetônico, urbanístico e de instalações e equipamentos temporários ou permanentes e para o licenciamento ou a emissão de certificado de conclusão de obra ou de serviço, deve ser atestado o atendimento às regras de acessibilidade.
§ 3o  O poder público, após certificar a acessibilidade de edificação ou de serviço, determinará a colocação, em espaços ou em locais de ampla visibilidade, do símbolo internacional de acesso, na forma prevista em legislação e em normas técnicas correlatas.

Art. 57.  As edificações públicas e privadas de uso coletivo já existentes devem garantir acessibilidade à pessoa com deficiência em todas as suas dependências e serviços, tendo como referência as normas de acessibilidade vigentes.

Art. 58.  O projeto e a construção de edificação de uso privado multifamiliar devem atender aos preceitos de acessibilidade, na forma regulamentar.

§ 1o  As construtoras e incorporadoras responsáveis pelo projeto e pela construção das edificações a que se refere o caput deste artigo devem assegurar percentual mínimo de suas unidades internamente acessíveis, na forma regulamentar.
§ 2o  É vedada a cobrança de valores adicionais para a aquisição de unidades internamente acessíveis a que se refere o § 1o deste artigo.

Art. 59.  Em qualquer intervenção nas vias e nos espaços públicos, o poder público e as empresas concessionárias responsáveis pela execução das obras e dos serviços devem garantir, de forma segura, a fluidez do trânsito e a livre circulação e acessibilidade das pessoas, durante e após sua execução.

Art. 60.  Orientam-se, no que couber, pelas regras de acessibilidade previstas em legislação e em normas técnicas, observado o disposto na Lei no 10.098, de 19 de dezembro de 2000, no 10.257, de 10 de julho de 2001, e no 12.587, de 3 de janeiro de 2012:
I - os planos diretores municipais, os planos diretores de transporte e trânsito, os planos de mobilidade urbana e os planos de preservação de sítios históricos elaborados ou atualizados a partir da publicação desta Lei;
II - os códigos de obras, os códigos de postura, as leis de uso e ocupação do solo e as leis do sistema viário;
III - os estudos prévios de impacto de vizinhança;
IV - as atividades de fiscalização e a imposição de sanções; e
V - a legislação referente à prevenção contra incêndio e pânico.
§ 1o  A concessão e a renovação de alvará de funcionamento para qualquer atividade são condicionadas à observação e à certificação das regras de acessibilidade.
§ 2o  A emissão de carta de habite-se ou de habilitação equivalente e sua renovação, quando esta tiver sido emitida anteriormente às exigências de acessibilidade, é condicionada à observação e à certificação das regras de acessibilidade.

Art. 61.  A formulação, a implementação e a manutenção das ações de acessibilidade atenderão às seguintes premissas básicas:
I - eleição de prioridades, elaboração de cronograma e reserva de recursos para implementação das ações; e
II - planejamento contínuo e articulado entre os setores envolvidos.

Art. 62.  É assegurado à pessoa com deficiência, mediante solicitação, o recebimento de contas, boletos, recibos, extratos e cobranças de tributos em formato acessível.


FALTAM MENOS DE 22 HORAS PARA O INÍCIO DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS. VOTE CONSCIENTE, POIS O SEU FUTURO, DE SEUS FAMILIARES E AMIGOS ESTÁ EM JOGO!

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 15)


USUÁRIA AGUARDANDO A CHEGADA DO ÔNIBUS 

Na confluência da Rua Salustiano Ferraz de Castro com a Rua Antônio Duarte Bezerra, próximo ao CAIC e à Cooperativa Agropecuária, no Bairro Três Marias, existe uma rotatória que os moradores vem há vários anos solicitando à administração municipal que seja transformada em uma pracinha. Pedem que no local sejam colocados canteiros de flores e bancos, que poderiam, inclusive, ser utilizados pelos usuários de transportes urbanos, pois logo em frente existe um ponto de ônibus. Alguns ainda sugerem a instalação de um abrigo (ou guarita) para usuários do transporte coletivo. No local realmente existe grande movimentação de pessoas por causa da proximidade com a escola, com o posto médico e com a indústria de laticínios Tupinambás, que possui um anexo  para comercialização de seus produtos.


MORADORES CHEGARAM A PLANTAR VÁRIAS MUDAS DE ROSEIRAS E OUTRAS PLANTAS, MAS A ÚNICA SOBREVIVENTE É ESTA, QUE PELO MENOS AINDA ESTÁ FLORIDA
NESTA FOTO SE PERCEBE QUE HÁ ESPAÇO PARA JARDINEIRAS, BANCOS E ATÉ MESMO UMA GUARITA PARA USUÁRIOS DE ÔNIBUS
LEMBRETE: FALTAM DOIS DIAS PARA AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS. VOTE CONSCIENTE, POIS O SEU FUTURO, DE SEUS FAMILIARES E AMIGOS ESTÁ EM JOGO!

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 14)

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA EXTRAÍDA DA INTERNET

Nossa sugestão de hoje é que a próxima administração municipal promova uma Consulta Popular referente à realização de um novo estudo sobre a permanência ou não do carnaval da Praça do Coronel, por sua proximidade com o Hospital São João e o Pronto Atendimento Médico.

 Nosso posicionamento é a favor da retirada, e explicamos o motivo: na época dos carnavais mais antigos, em que os clubes “Democráticos” e “Trombeteiros” realizavam seus animados e tradicionais bailes, ainda não existiam essas aparelhagens de som superpotentes de hoje. Assim, o ruído gerado pelas orquestras era bem mais baixo e suportável ao ouvido humano. Por isso os pacientes internados no Hospital São João não eram incomodados. Hoje temos que observar também o fato de que nosso Pronto Atendimento Médico, ao se tornar regionalizado, passou a receber um número muito maior de pacientes e, consequentemente, o número de ambulâncias que circulam naquela área passou a ser muito maior. Por esse motivo a situação do trânsito naquela região se tornou bem mais complicada. Entendemos que o ideal seria a volta do carnaval das Bandas à Praça da Rodoviária. Porém, por uma questão democrática, achamos que a Câmara Municipal também poderia promover uma audiência pública, a fim de que a população pudesse debater melhor essa importante questão.

Faltam 3 dias para as eleições municipais. Vote consciente, pois o seu futuro, de seu familiares e amigos está em jogo!

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 13)

AVENIDA ZECA HENRIQUES (07 DE DEZEMBRO DE 2015)

Nossa sugestão de hoje é que a próxima administração municipal realize um estudo pormenorizado, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, no sentido de encontrar uma solução técnica definitiva para os alagamentos que vem ocorrendo há vários anos - durante o período de chuvas fortes - na parte da antiga Avenida Zeca Henriques que se situa ao lado da Praça Carlito Guazzi (Chafariz).
AVENIDA ZECA HENRIQUES (07 DE DEZEMBRO DE 2015)


Lembrete: faltam 4 dias para as eleições municipais. Vote consciente, pois o seu futuro, de seus familiares e seus amigos está em jogo!

terça-feira, 27 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 12)

CARROCINHA DE COLETA DE MATERIAIS RECICLÁVEIS 

Nossa sugestão de hoje é que a próxima administração realize um estudo minucioso sobre a possibilidade de implantar no município o sistema de coleta seletiva de lixo. Nossa opinião é de que, enquanto esse sistema não tiver sido implantado a administração poderia apoiar a criação de uma Associação de Catadores de Materiais Recicláveis. Existe inclusive um cidadão são-joanense que vem lutando há anos pela criação dessa entidade. Segundo informações por nós obtidas a esse exemplar cidadão que se preocupa em recolher materiais recicláveis, assim como a vários outros seus companheiros, foi prometido, por uma administração de alguns anos atrás, um terreno onde a Associação construiria seu depósito, inclusive com galpão apropriado. Mas infelizmente ficou só na promessa. O trabalho realizado por essa Associação, além de gerar trabalho e renda para seus membros, ainda traria um grande benefício para o meio ambiente.


Lembrete: Faltam 5 dias para as eleições municipais. Vote consciente, pois o seu futuro, de seus familiares e seus amigos está em jogo!

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 11)

PORTÃO DE ENTRADA DO FILTRO BIOLÓGICO Nº 1 DO BAIRRO TRÊS MARIAS (FOTO: TARCÍSIO MESQUITA)
NESTA IMAGEM PODEMOS VER O QUE RESTOU DO MATERIAL UTILIZADO PARA "ATERRAMENTO" DO FILTRO QUANDO DE SUA DESATIVAÇÃO (FOTO: TARCÍSIO MESQUITA)
Diante do estado de abandono em que se encontra o filtro biológico nº 1, no bairro Três Marias, desativado há mais de três anos, nossa sugestão é que se realize, pela próxima administração municipal, um estudo no local buscando uma solução: ou se constrói um novo filtro biológico (o que seria mais ecologicamente correto), ou se implanta no local uma medida alternativa, como a que propõe um grupo de antigos moradores do bairro, ou seja: que a área seja transformada em um espaço comunitário, com canteiros de flores, parque infantil, bancos rústicos de madeira colocados à sombra das árvores frondosas ali existentes e passagens de pedestres. Nesse caso o local hoje triste, feio e sujo, se tornaria um espaço alegre, limpo, aprazível e bonito.

Veja mais fotos do local:
FILTRO DESATIVADO COM TERRA EM SEU INTERIOR E MATO (FOTO: TARCÍSIO MESQUITA)



CERCA VIVA ESCONDENDO A EXISTÊNCIA DE LIXO NO LOCAL (FOTO: TARCÍSIO MESQUITA)

TUBULAÇÕES TOTALMENTE INUTILIZADAS (FOTO: TARCÍSIO MESQUITA)

NESTE PONTO SE VÊ QUE A CERCA NÃO EXISTE MAIS (FOTO: TARCÍSIO MESQUITA)

LIXO E SINAIS DE ABANDONO, JUNTO A ÁRVORES FRONDOSAS CUJAS SOMBRAS PODERIAM SER MELHOR APROVEITADAS (FOTO: TARCÍSIO MESQUITA) 


Lembrete: Faltam 6 dias para as eleições municipais. Vote consciente, pois o seu futuro, de seus familiares e seus amigos está em jogo!


domingo, 25 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 10)


Ao longo dos anos muitas leis foram aprovadas na Câmara Municipal homenageando pessoas com nomes de ruas. Prefeitos foram se sucedendo e realizando suas respectivas administrações. No entanto, durante todos esses anos, as leis foram se acumulando e muitos nomes dados às ruas da cidade ficaram apenas no papel, esquecidas nas gavetas dos gabinetes, sem se tornarem oficiais, por falta de colocação das devidas placas com os nomes dos homenageados.

Apenas como exemplo citamos a Lei nº 1535, de 18 de dezembro de 1987, sancionada nada mais nada menos do que há quase 29 anos, concedendo o nome de “José Carlos Louzada” a uma de nossas ruas, mas que, infelizmente até hoje não foi oficializada com colocação da placa. E a família do homenageado, não merece consideração? E o pior de tudo é que existem ainda muitos casos iguais a esse.

Nossa sugestão é que o próximo administrador público eleito, juntamente com os representantes do Legislativo Municipal faça um levantamento completo de todas as ruas ainda sem denominação e dê preferência pela oficialização dos nomes de rua por ordem cronológica, ou seja, baseando-se nas datas em que essas leis tenham sido sancionadas.



Lembrete: Faltam 7 dias para as eleições municipais. Vote consciente, pois o seu futuro, de seus familiares e amigos está em jogo.

sábado, 24 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 9)


Originalmente o parque infantil que foi reinstalado ao lado da Policlínica Microrregional, próximo ao quartel da 136ª Cia. de Polícia Militar, tinha o nome de “Sheila Vieira Pinto”.

Nossa sugestão de hoje é que a administração pública recoloque a placa, retirada quando o parquinho foi desativado. Seria uma atitude justa.


Lembrete: Faltam 8 dias para as eleições municipais. Vote consciente, pois o seu futuro, de sua família e seus amigos está em jogo!

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 8)

IMAGEM ILUSTRATIVA EXTRAÍDA DA INTERNET
Hoje nossa sugestão é de que a administração pública estude a viabilidade de se regulamentar a lei municipal nº 2817, de 11 de junho de 2012, que “Dispõe sobre a criação do Departamento Municipal de Trânsito, da Junta Administrativa de Recursos de Infração – JARI e dá outras providências”. O texto completo dessa lei está disponível para consulta no site da Câmara Municipal de São João Nepomuceno: www.camarasjn.mg.gov.br

É importante lembrar que existe uma exigência legal, aprovada em conjunto com o Código de Trânsito Brasileiro, de 1998, de que os municípios se integrem ao Sistema Nacional de Trânsito. Desde então, dos 853 municípios mineiros, pouquíssimos chegaram a cumprir o que determina a Lei.


Lembrete: Faltam 9 dias para as eleições municipais. Vote consciente, pois o seu futuro, de seus familiares e amigos está em jogo!

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 7)


IMAGEM DEMONSTRATIVA DE COMO SERIA UM BLOG OU SITE DA SAÚDE (FOTO: NILSON BAPTISTA)
Nossa sugestão de hoje é que a Secretaria Municipal de Saúde realize um estudo sobre a viabilidade de criação de um site especificamente dedicado à veiculação de informações relacionadas ao funcionamento dos serviços de saúde prestados no município de São João Nepomuceno. Essa ferramenta viria facilitar em muito a vida dos usuários, por exemplo, do Programa Estratégia Saúde da Família, da Policlínica Microrregional, dos Laboratórios conveniados, Clínica de Fisioterapia, Pronto Atendimento Médico, Tratamento Fora do Domicílio, Farmácia, entre outros setores.

Criamos - e exibimos aqui a imagem - um blog de demonstração para que sirva de exemplo de como poderia ser o formato do site ou blog da saúde.


Um lembrete: faltam 10 dias para as eleições municipais. Vote consciente, pois o seu futuro, de seus familiares e amigos está em jogo!

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 6)

MODELO DE CARTÃO PARA ESTACIONAMENTO EM VAGA ESPECIAL (IMAGEM ILUSTRATIVA RETIRADA DA INTERNET)
Nossa sugestão de hoje é que a administração municipal estude a viabilidade de celebrar um convênio com as autoridades estaduais de trânsito no sentido de que a credencial (cartão) para uso das vagas de estacionamento especial para pessoas com deficiência sejam liberadas e entregues aos interessados pelo setor de trânsito da Polícia Civil de São João Nepomuceno.Essa medida evitaria que as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida  tivessem necessidade de se deslocarem para Juiz de Fora ou mesmo Belo Horizonte.


Lembrete: Faltam 11 dias para as eleições. Vote consciente, pois seu futuro, de sua família  e seus amigos está em jogo.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

São João Nepomuceno pode ser melhor (parte 5)


IMAGEM ILUSTRATIVA EXTRAÍDA DA INTERNET
Nossa sugestão de hoje é que nas próximas administrações os prefeitos coloquem em prática um recurso democrático previsto pela Lei Orgânica do Município, a Consulta Popular.

O que é e para que serve?

Art.101: O Prefeito Municipal poderá realizar consulta popular para decidir sobre assuntos de interesse específico do Município, de bairro ou de distrito, cujas medidas deverão ser tomadas diretamente pela Administração Municipal.

Art.102: A consulta popular poderá ser realizada sempre que a maioria absoluta dos membros da Câmara, ou, pelo menos, cinco por cento do eleitorado inscrito no Município, com a identificação do título eleitoral, apresentarem proposição neste sentido.
Art.103: A votação será organizada pelo Poder Executivo no prazo de dois meses após a apresentação da proposição, adotando-se cédula oficial que conterá as palavras SIM e NÂO, indicando, respectivamente, aprovação ou rejeição da proposição.

Parágrafo 1º: A proposição será considerada aprovada se o resultado lhe tiver sido favorável pelo voto da maioria dos eleitores que comparecerem às urnas, em manifestação a que se tenham apresentado,pelo menos, cinquenta por cento da totalidade dos eleitores envolvidos;

Parágrafo 2º: Serão realizadas, no máximo, duas consultas por ano;

Parágrafo 3º: É vedada a realização de consulta popular nos quatro meses que antecedam às eleições para qualquer nível de Governo.

Art.104: O Prefeito Municipal proclamará o resultado da consulta popular, que será considerado como decisão sobre a questão proposta, devendo o Governo Municipal, quando couber, adotar as providências legais para sua consecução.



Um lembrete: faltam 12 dias para as eleições municipais. Vote consciente, pois o seu futuro, de seus familiares e seus amigos está em jogo.