terça-feira, 7 de novembro de 2017

03/11/2017 : desligados os transmissores da Rádio Difusora AM, 1420 KHZ. Começa a era FM!

MOMENTO EM QUE ISAÍAS SPORCH DE FREITAS, AO LADO DE AMADO ROBERTO,INICIA O DESLIGAMENTO DOS TRANSMISSORES AM. O FATO FOI REGISTRADO EM VÍDEO POR ISRAEL MALTHIK, COM O TÍTULO "ENCERRAMENTO DA AM DIFUSORA HD", DISPONÍVEL AO PÚBLICO NO YOUTUBE: https://youtu.be/2Ufzkat3Po0 .

Uma interessante coincidência foi o desligamento da Rádio Difusora AM de São João Nepomuceno exatamente no dia do meu aniversário, eu que sou neto de Alcibíades de Araújo Porto, um dos fundadores dessa tradicional emissora de Rádio, no ano de 1953, juntamente, com seus fiéis amigos e companheiros Joaquim Campos e Mateus Caldas de Oliveira. Todos eles já partiram desse mundo material, mas deixaram uma mensagem a seus descendentes: a importância de se lutar por um sonho, de ter coragem para empreender e estar entre os pioneiros do progresso de nossa amada São João Nepomuceno, a cidade “Garbosa” de Minas Gerais.
DR. ALCIBÍADES DE ARAÚJO PORTO (NENÉM PORTO)

Meu avô Alcibíades, conhecido carinhosamente como “Neném Porto”, viveu por muitos anos aqui em São João Nepomuceno, aonde chegou aos 15 anos de idade (1905). Nascido em Piacatuba, distrito de Leopoldina, veio residir nesta cidade com seu irmão, o Padre Aristides de Araújo Porto, coadjutor do vigário local, o Padre Condé.

“Neném Porto” veio a se casar com Narcisa Henriques de Araújo Porto e ainda muito jovem já era um empreendedor. Iniciou sua vida profissional como barbeiro, foi comerciante e depois se interessou pela “arte dentária”, tendo como seu primeiro mestre o Sr. Dâmaso dos Reis Torres , “Daminhas”, como era conhecido. Formou-se em 1925 pela Escola de Odontologia e Farmácia de Ubá.Teve participação destacada no processo político e social da nossa comunidade, lutando pela modernização do município em vários projetos - além da instalação da já citada Rádio Difusora - entre eles a criação do Aeroclube de São João Nepomuceno e a instalação da Usina Açucareira em Roça Grande. Em 1959 mudou-se, com as filhas Léa e Haydée, para Belo Horizonte, onde faleceu no início da década de 1990, aos 104 anos.

Nesse período de 64 anos de atividades, pela emissora passaram grandes nomes da comunicação local, assim como profissionais que vieram de outras regiões mineiras e estados do Brasil. A partir do ano de 2004 o Sr.Isaías Sporch de Freitas assumiu a propriedade e direção da emissora, organizando e modernizando a empresa, que assim,desde o último dia 03, deixou de transmitir em AM, passando a ser operada em FM, com importante melhoria na qualidade do som e equipamentos de última geração.


Deixo aqui minha homenagem aos pioneiros Alcibíades de Araujo Porto, Mateus Caldas de Oliveira e Joaquim Campos, mas gostaria de relembrar Adilson Cunha Honório, Oraida Muniz, Sidney Baptista (já falecidos), assim como, Paulo Gotti e Joanilson do Vale, ainda entre nós, que fizeram parte da equipe de locutores. Se fôssemos citar todos os que passaram pela emissora desde sua fundação precisaríamos escrever um livro, o que talvez venhamos a fazer um dia, quem sabe?! Porém, registro meu respeito e admiração a todos.

                           Por Nilson Magno Baptista

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Secretaria Municipal de Educação promove Conferência e Audiência Pública


Nos dias 06 e 07 próximos, segunda e terça-feira, a Secretaria Municipal de Educação estará promovendo Conferência e Audiência Pública tratando sobre o tema “ O processo de avaliação e monitoramento do Plano Municipal de Educação: dialogando com a proposta da construção do sistema integrado de educação pública”.


Para conhecer a programação completa desse importante evento clique sobre a imagem acima para ampliá-la.

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Patrimônio do Hospital pode ser vendido: e a opinião do povo, não conta?

FOTO DOS NOSSOS ARQUIVOS


Amanhã,quarta-feira ,(01/11), com início às 19 horas, haverá uma Assembleia Geral, nas dependências do Hospital São João, sobre a proposta de venda do imóvel onde funcionava o Setor de Fisioterapia, na rua Domingos Henriques de Gusmão e também do terreno existente nos fundos do prédio principal da instituição, situada na travessa prefeito Agenor Henriques.

Nessa Assembleia Geral somente podem votar os Associados Contribuintes, que pagam mensalmente uma quantia IRRISÓRIA para terem o direito de participar das decisões. E aí entra a pergunta que não quer calar: e o povo de São João Nepomuceno e região, não tem direito de opinar?

 Os recursos financeiros que tem mantido a entidade e há anos  vem sendo repassados pelos governos Federal, Estadual e Municipal, afinal de contas, pertencem ao povo, tratando-se, portanto de DINHEIRO PÚBLICO. E tem mais, o povo, tanto de São João como da região, sempre contribuiu, participando de eventos, shows de prêmios, doação de alimentos e outras necessidades. E isso não daria direito à população de ser ouvida em momentos como este? Ainda mais quando se trata de dispor dos poucos imóveis que ainda compõem seu patrimônio!


E não me venham citar o ESTATUTO SOCIAL da Associação de Caridade de São João Nepomuceno, mantenedora do Hospital, que já passou por várias alterações, inclusive RETIRANDO do seu texto original uma antiga cláusula que proibia exatamente que se colocassem à venda os imóveis de sua propriedade!

                                      Por Nilson Magno Baptista 

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

José Roberto e a COPASA

RADIALISTA JOSÉ ROBERTO LUÉRCIO RETONDAR , O "JR" (IMAGEM EXTRAÍDA DO FACEBOOK)

Hoje, pela manhã, aconteceu a estreia de um novo quadro do programa "JR Comunicando", na Rádio Cultura FM, intitulado “JR de Olho Aberto”, em que o comunicador José Roberto Luércio Retondar emite sua opinião sobre os assuntos do momento.

Suas palavras foram sobre a reunião de ontem na Câmara Municipal, em que a maioria dos vereadores aprovou o projeto de lei nº67/2017, pelo qual o Prefeito Ernandes José da Silva fica autorizado a realizar as negociações finais com vistas à renovação do contrato com a COPASA, que agora passará a ter também como sua responsabilidade a coleta e o tratamento dos esgotos em nosso município.


Este foi, em síntese, o comentário de JR : “Já que a Câmara de Vereadores, por meio da aprovação do projeto de lei, concedeu ao Poder Executivo, “carta branca” para tratar do assunto, seria muito importante que os poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, a população e a imprensa são-joanenses se unissem no sentido de, a partir da assinatura do contrato, acompanharem de perto cada passo da empresa em relação à programação e execução das obras. Dessa maneira seria avaliado o andamento do projeto e o cumprimento fiel dos prazos. José Roberto comentou também sobre as 7000 pessoas que assinaram o Abaixo-Assinado defendendo a permanência da COPASA em nosso município e que agora se tornaram verdadeiros fiscais das ações a serem empreendidas pela mesma, assim como os 9 vereadores de São João Nepomuceno, cuja função principal é de zelar pelo desenvolvimento do município e o bem-estar da população".

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Secretaria Municipal de Educação e CMDCA apoiam lançamento de livro

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO EVENTO (CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA  AMPLIÁ-LA)
A Secretaria Municipal de Educação de São João Nepomuceno e o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) estão convidando para o lançamento do livro de Maria de Fátima Carrada Firmo, que acontecerá no auditório do Museu Municipal. Agradecemos pelo convite e desejamos que o evento seja coroado de sucesso.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

15 anos da UNIPAC de São João Nepomuceno


CONVITE QUE NOS FOI ENVIADO PELA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, PELO QUAL AGRADECEMOS

   A programação do evento é a seguinte:

- Dia 19/10, às 19h 30m, no Museu Municipal, solenidade em comemoração aos 15 anos de atividade da Faculdade Presidente Antônio Carlos, com a presença de TONINHO ANDRADA, advogado e professor universitário, ex-presidente do Tribunal de Contas de Minas Gerais.

- A partir das 20h está sendo exibida no mesmo local, desde o dia 16/10, uma exposição, intitulada “Do manual ao digital”.

A Faculdade Presidente Antônio Carlos está instalada em São João Nepomuceno desde o ano de 2002 e é mantida pela Fundação Presidente Antônio Carlos (FUPAC).

Aos diretores, professores e funcionários da UNIPAC São João Nepomuceno parabenizamos por este importante acontecimento.


sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Serviço Público em destaque (1)

IMAGEM ILUSTRATIVA EXTRAÍDA EM WWW..BRASIL.GOV.BR

Bom seria que não tivéssemos necessidade de passar por exames de maior complexidade, principalmente sendo fora do nosso município, mas às vezes é preciso, não é mesmo?

 Ontem,28/09, quinta-feira, me submeti a uma Ressonância Magnética de crânio no Hospital Maternidade Terezinha de Jesus, em Juiz de Fora.

Minha esposa havia marcado a viagem na Policlínica com o funcionário Diego, responsável pelos veículos utilizados nas remoções de pacientes. Pois bem, conforme o combinado, por volta de 07h30min da manhã chegava à minha residência o experiente e dedicado motorista José Geraldo Gielo, que, após me colocar junto com minha esposa no veículo e se certificar de que estávamos bem acomodados, iniciou a viagem para Juiz de Fora. Conduzindo-se como o excelente profissional que é, José Geraldo, também conhecido como “Gielo”, nos proporcionou momentos de absoluta tranquilidade, tanto na ida como na volta. Tudo correu muito bem, com nossa chegada a São João por volta de meio dia e meia.
TRANQUILAMENTE INSTALADO NO INTERIOR DA AMBULÂNCIA DIRIGIDA POR JOSÉ GERALDO GIELO (FOTO: EDITE BAPTISTA)

Infelizmente a única nota destoante ficou por conta de um fato acontecido durante o tempo em que permanecemos no Hospital Maternidade Terezinha de Jesus, onde, como cadeirante, passei por um grande constrangimento: ao precisar fazer uso do banheiro adaptado para pessoas com deficiência encontrei-o trancado e fui informado por uma funcionária de que o mesmo não estava funcionando. Tentei usar o banheiro coletivo, sem sucesso, pois a cadeira não cabia no local. Graças à capacidade de autocontrole que possuo consegui passar pelo exame sem complicações maiores. A triste realidade é que as pessoas com deficiência nem sempre são tratadas com a devida atenção e respeito. Mas ainda bem que nem tudo são espinhos nessa vida, pois a funcionária da recepção e a técnica que realizou o procedimento foram extremamente educadas e solícitas conosco.

 Uma interessante coincidência: no ano de 2000 sofri uma fratura de tornozelo e o motorista que me conduziu ao Hospital Dr. João Felício, em JF, para que eu fosse submetido a uma cirurgia ,foi o mesmo José Geraldo Gielo, que agiu exatamente da mesma forma de ontem,  dezessete anos depois.
 Que esse cidadão sirva de exemplo para todos os profissionais que atuam nessa área, lidando com pessoas muitas vezes fragilizadas, tanto física quanto emocionalmente.

Fui funcionário público por mais de vinte anos, a maior parte desse tempo na área de saúde, até me aposentar por invalidez, contra a minha vontade, diga-se de passagem, e deixo aqui registrada uma mensagem: tratem a todos os que necessitem de seus serviços como se fossem seus familiares, pois um dia, quem sabe, algum deles poderá estar na mesma situação. Pensem nisso com carinho! Um afetuoso abraço aos que procuram sempre seguir as normas de bom atendimento e urbanidade no trato com os usuários do serviço público em todas as suas modalidades.

                     Por Nilson Magno Baptista