segunda-feira, 30 de novembro de 2015

PÂNICO NO BAIRRO CENTENÁRIO

                                         Vídeo produzido por Mário Andrade durante temporal
                                          acompanhado de fortes ventos em São João Nepomuceno

Hoje (30.11) a presidente Fabiana, da Associação de moradores do Bairro Centenário, de São João Nepomuceno, foi entrevistada no Programa Difusora Entrevista, do comunicador Írio Henriques e, entre outros assuntos, falou sobre o drama vivido pelos moradores que residem nas proximidades da torre de telefonia celular.

A retirada da torre (ou das torres) é uma antiga reivindicação do povo daquele bairro, inclusive defendida por vários presidentes que passaram pelas diretorias da Associação.

 No entanto, nada foi feito pelas autoridades do município no sentido de atender os constantes apelos da comunidade. O temor se justifica, pois está comprovado o risco que existe  caso  aconteça uma queda do pesado equipamento, com graves danos  à propriedade e, principalmente, à saúde e mesmo à vida dos moradores.


quarta-feira, 25 de novembro de 2015

INSTITUTO ESTADUAL DE FLORESTAS ENSINA PRODUTOR RURAL A RETER ÁGUA


O Centro de Estudos e Desenvolvimento Florestal (Cedef), do Instituto Estadual de Florestas (IEF), em Viçosa, na Zona da Mata, lançou cartilha com dicas para um melhor aproveitamento dos recursos hídricos pela agricultura. O material é uma compilação de dicas e orientações ao produtor rural sobre a importância de armazenar e reter água em suas propriedades. Além disso, o IEF oferece assistência aos interessados em implantar essas técnicas. Esta conscientização ganha cada vez mais importância em cenário de escassez dos recursos.
De acordo com o analista ambiental e coordenador do Centro de Estudos e Desenvolvimento Florestal (Cedef), Gilberto Fialho, a cartilha é composta por técnicas que foram desenvolvidas e testadas pela Universidade Federal de Viçosa, mas que servem para todo o estado. “As dicas se dividem em dois grupos: as vegetativas, que utilizam a vegetação para proteger o solo contra a erosão, e as mecânicas, que envolvem a criação de estruturas que reduzem a velocidade de escoamento da enxurrada e facilitam a infiltração de água no solo”, explica.
Confira algumas dicas simples que podem ajudar no uso consciente da água
CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

Técnicas mecânicas
O IEF indica também técnicas mecânicas, que auxiliam na infiltração de água no solo. “Com o auxílio de um arado ou cavadeira, o produtor pode fazer sulcos na terra, com aproximadamente 30 cm de largura e 20 cm de profundidade”, ensina o analista ambiental e do IEF, Gilberto Fialho. Ele enfatiza que essa medida, recomendada para pastagens em encostas, é uma das mais eficientes, além de não ter custo algum para o proprietário.
Quando o terreno é muito íngreme, é comum que a água se acumule em uma linha, conhecida como grota. O Instituto recomenda que o produtor faça dessa grota uma pequena lagoa, que vai acumular mais água e pode, inclusive, virar bebedouro para os animais.
Já para a preservação das nascentes e dos cursos d’agua, é necessário eliminar o acesso do gado a estes locais. “Os animais pisoteiam as plantas e contaminam as nascentes, então é preciso cercar para que eles não tenham acesso. Com um cano, o proprietário tira a água para o gado beber, fora dali”, ressalta Fialho.
Resultado na prática
Ao descobrir uma nascente em seu terreno, a empresária Andrea Pitondo Dias implantou algumas técnicas na sua propriedade, em Mar de Espanha, na Zona da Mata.  “Quando fomos medir a área, detectamos uma nascente aqui. Então, a primeira medida tomada foi cercar a área para o gado ficar afastado, tudo com orientação do IEF”, conta Andrea.
A nascente foi batizada de Nascente do João, em homenagem ao filho de Andrea, e recebe cuidados periódicos: a área é acompanhada por um funcionário e não recebe capina. Outra técnica implantada foi o reflorestamento no entorno da nascente. Em 2013, Andrea plantou mais de 300 mudas, entre espécies nativas – como o Pau-Brasil –, árvores frutíferas e outras. A cada ano, ela repõe algumas delas.
A área acabou virando ponto de visita para professores da região, que aproveitam para ensinar aos alunos sobre a importância da preservação ambiental. Este ano, cerca de 150 adolescentes já visitaram a Nascente do João, que, depois das medidas adotadas, teve o fluxo de água aumentado. “Tenho uma preocupação muito grande de a água acabar no planeta. O que fiz aqui é pouco, mas imagina se todos tivessem o mesmo cuidado?”, reflete Andrea.
Dicas do IEF para o produtor rural produzir mais água em sua propriedade

CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA



FONTE: AGÊNCIA MINAS

terça-feira, 24 de novembro de 2015

EMISSORAS AM TERÃO QUE PAGAR ATÉ R$ 4,4 MILHÕES PARA MIGRAR PARA FM

FOTO: JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL
Luana Lourenço - Repórter Agência Brasil

As emissoras de rádio AM que desejam migrar para a frequência FM deverão pagar entre R$ 8,6 mil e R$ 4,4 milhões pela adaptação da outorga. Os valores foram apresentados hoje (24) pelo governo, no Palácio do Planalto, e levaram em conta fatores como abrangência, potência das emissoras e indicadores econômicos e sociais dos municípios onde estão instaladas.

O valor mais alto, R$ 4,4 milhões, será cobrado para migração de rádios de grande potência (acima de 100 kilowatts) na região metropolitana de São Paulo. O custo mais baixo de migração será de R$ 8,6 mil e valerá para antenas de menor capacidade (até 0,5 kilowatt) instaladas em municípios com menos de 10 mil habitantes. A migração não é obrigatória. A lista com todos os valores será divulgada pelo Ministério das Comunicações esta tarde e publicada amanhã (25) no Diário Oficial.

“Tivemos preocupação de cuidar dos detalhes, discutir tecnicamente toda a parametrização, que envolveu índice potencial de consumo, PIB [Produto Interno Bruto], IDHM [Índice de Desenvolvimento Humano Municipal] e agregamos também a esses critérios a classe de potência de rádios e a população do município onde a emissora está instalada”, explicou o ministro das Comunicações, André Figueiredo. “Chegamos a valores justos”, avaliou.

A presidenta Dilma Rousseff avaliou os valores como “bastante equilibrados” e disse que é preciso garantir condições de pagamento que possam “viabilizar a sustentabilidade das emissoras”. Após a apresentação de documentos, as emissoras interessadas na migração terão prazo que vai de fevereiro a maio de 2016 para pagar pela mudança.
Além do custo da adaptação da outorga, as rádios terão que comprar equipamentos para a transmissão do novo sinal. De acordo com o Ministério das Comunicações, das 1,8 mil emissoras AM em operação no Brasil, 1.386 manifestaram interesse em mudar para FM. Em 2016, mil veículos já poderão mudar para a faixa. O restante terá que aguardar a liberação do espaço na frequência.

De acordo com o ministro, a meta é garantir a migração dessas rádios até o primeiro semestre de 2018. O espaço na frequência FM será liberado com a digitalização da TV, que atualmente ocupa essas faixas.

Em breve discurso na cerimônia de anúncio das regras de migração, no Palácio do Planalto, Dilma defendeu o papel do rádio na integração de um país continental como o Brasil e disse que as emissoras pequenas e médias devem ser fortalecidas.
“A maioria das nossas rádios é pequena, transmitem em baixa potência, e precisam ser preservadas e incentivadas, afinal, são elas que levam informação, proporcionam entretenimento e oferecem orientação à população pelo interior de todo o nosso país. Na maioria das vezes, é graças ao radinho de pilha sintonizado em uma rádio AM que moradores de comunidades distantes dos grandes centros urbanos, os ribeirinhos da Amazônia, os sertanejos no interior do Nordeste, moradores do Pampa gaúcho e os pantaneiros do Centro-Oeste se conectam com o país”, lembrou.

Segundo Dilma, a migração de emissoras do AM para FM é parte da atualização das plataformas tecnológicas da infraestrutura de radiodifusão do Brasil, processo que deve estar acompanhado pelo bom atendimento à população e pela ampliação da concorrência no setor de radiodifusão. “As novas plataformas tecnológicas devem resultar em ampliação do acesso, da democratização da informação e da diversificação das mídias”.

Edição: Maria Claudia


Fonte: Agência Brasil 

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

ÁGUA E ESGOTO, COM OU SEM COPASA?


Pelas informações que nos chegam a Companhia de Saneamento de Minas Gerais – COPASA/MG, após cerca de 35 anos prestando serviço de tratamento e distribuição de água em São João nepomuceno, poderá ser substituída por outra empresa, que também ficaria responsável pela coleta e tratamento dos esgotos.

O Prefeito Municipal defende que se realize uma licitação, alegando que isso possibilitaria o “barateamento” das tarifas. Para saber mais sobre isso, veja e leia o que está contido no link:http://www.sjnepomuceno.mg.gov.br/Materia_especifica/7769/Prefeito-defende-que-licitacao-da-agua-trara-economia-para-o-cidadao .

Uma outra alternativa está prevista na Lei Orgânica do Município, cujo artigo 101 estabelece que “o Prefeito Municipal poderá realizar consulta popular para decidir sobre assuntos de interesse específico do Município, de bairro ou distrito, cujas medidas deverão ser tomadas diretamente pela Administração Municipal”. Já de acordo com o artigo 102 da mesma lei “a consulta popular poderá ser realizada sempre que a maioria absoluta dos membros da Câmara, ou, pelo menos, cinco por cento do eleitorado inscrito no Município, com a identificação do título eleitoral, apresentarem proposição neste sentido”.

Como é feita a consulta popular

De acordo com o artigo 103 da Lei Orgânica do Município “a votação será organizada pelo Poder Executivo no prazo de dois meses após a apresentação da proposição, adotando-se cédula oficial que conterá as palavras SIM e NÃO, indicando, respectivamente, aprovação ou rejeição da proposição”. Ainda como parte deste artigo, o parágrafo 1º estabelece que “a proposição será considerada aprovada se o resultado lhe tiver sido favorável pelo voto da maioria dos eleitores que com parecerem às urnas, em manifestação a que se tenham apresentado, pelo menos, cinquenta por cento da totalidade dos eleitores envolvidos”.

O tema da consulta poderia ser o seguinte: Mantemos a COPASA ou abrimos licitação para a contratação de outra empresa? Um detalhe, porém precisa ser observado: a necessidade de que esse processo seja cercado de todo o amparo jurídico.

Fica nossa sugestão, que não tem outro objetivo senão o da garantia de que a decisão seja alicerçada nos mais legítimos preceitos democráticos.


sexta-feira, 20 de novembro de 2015

PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA UMA MULHER ASSUME A CHEFIA DA POLÍCIA CIVIL EM MG

DRA.ANDREA CLÁUDIA VACCHIANO TEM 47 ANOS E É DELEGADA DESDE 1990.ATUALMENTE ERA DIRETORA DO DETRAN (FOTO: DIVULGAÇÃO/PC)
Nomeada pelo governador Fernando Pimentel, a delegada-geral Andrea Cláudia Vacchiano é a primeira mulher a assumir a Chefia da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). Ela era diretora doDepartamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG) desde março e substitui a Wanderson Gomes da Silva, chefe da PCMG desde janeiro. Os atos foram publicados na edição desta quinta-feira (19/11) do “Minas Gerais”, Diário Oficial do Estado.
A nova chefe da Polícia Civil de Minas Gerais tem 47 anos. É delegada desde 1990, quando assumiu a Delegacia de Mulheres em Juiz de Fora. Foi chefe do 1º Departamento, responsável pela Polícia Civil em Belo Horizonte, e teve várias passagens pelo Detran antes de assumir a direção daquele órgão.
Andrea Vacchiano ocupou cadeira no Conselho Superior da PCMG também como superintendente de Planejamento, Gestão e Finanças (SPGF) e já foi assessora na Secretaria de Defesa Social. Em 2014, foi uma das coordenadoras operacionais do trabalho da Polícia Civil durante a Copa do Mundo e tem no currículo cursos com as polícias de Nova York (EUA) e de Roma (Itália).
Adjunto
Desde o último dia 6, a Polícia Civil tem também um novo chefe-adjunto: é o delegado-geral João Otacílio da Silva Neto, que substituiu a Marcos Silva Luciano, também por ato do governador Fernando Pimentel. O novo adjunto atuou em várias delegacias da Capital e do interior e antes de ser nomeado para o cargo atual era delegado regional em Ipatinga.
Agradecimento
O ex-chefe da Polícia Civil, delegado Wanderson Gomes da Silva, divulgou hoje a seguinte nota:
 “Neste momento, agradeço ao governador Fernando Pimentel pela confiança em mim depositada ao delegar a honrosa missão de conduzir a nossa gloriosa Polícia Civil. Agradeço, imensamente, a todos os policiais civis e servidores administrativos pelo apoio, pela dedicação e pelo trabalho nesses últimos meses. Essas são virtudes que eu já conhecia e que pude constatar de forma ainda mais ampla: mesmo sem as condições ideais de trabalho, os nossos profissionais se desdobram num esforço diário em favor da nossa instituição e da Segurança Pública em Minas Gerais. Desejo à minha colega, delegada-geral Andrea Vacchiano, muito sucesso no cargo maior da nossa Instituição. Tenho certeza de que ela tem todas as credenciais para exercer a função e tornar realidade os pleitos já históricos de toda a Polícia Civil de Minas Gerais”.
 Wanderson Gomes da Silva

FONTE: www.agenciaminas.mg.gov.br

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

CIDADE GANHA MAIS UMA OPÇÃO COMERCIAL

FOTO: NILSON BAPTISTA
Desde a última sexta-feira (13.11) São João Nepomuceno conta com mais uma opção comercial; Trata-se da Padaria e Hortifruti Calil, situada na Rua Duque de Caxias, nº 86 e o telefone é o (032) 3261-2391.
FOTO: NILSON BAPTISTA

Funcionários atenciosos e um espaço adequado, inclusive com acessibilidade para cadeirantes, foram disponibilizados aos clientes.
FOTO: NILSON BAPTISTA


Parabéns ao empresário Clóvis Calil , seus familiares  e funcionários, a quem desejamos muito sucesso nessa nova caminhada.
FOTO: NILSON BAPTISTA

domingo, 15 de novembro de 2015

MORADORES DO TRÊS MARIAS QUEREM ÁREA DE LAZER

IMAGEM DO EQUIPAMENTO JÁ FORA DE USO DO FILTRO BIOLÓGICO Nº1 ( BAIRRO TRÊS MARIAS)
Ouvindo moradores do Bairro Três Marias, especialmente os que residem próximo ao CAIC e à Cooperativa Agropecuária, nossa reportagem constatou que a maioria deles deseja que as “ruínas” do antigo filtro biológico sejam demolidas e o material removido. Querem também que ali seja implantada uma área de lazer com espaço para as crianças brincarem – muitas delas alunas da Escola Municipal Três Marias - e uma academia de ginástica ao ar livre. Pedem ainda que seja reservado um espaço para futura construção de um Centro Comunitário.
 
AS ÁRVORES JÁ ESTÃO CRESCIDAS E OUTRAS PODERÃO SER PLANTADAS



Ao visitar a área pudemos perceber que a realização dessa benfeitoria depende mais de boa vontade da administração pública do que de verbas. Senão vejamos:para a demolição do antigo filtro já desativado e a remoção dos entulhos precisa-se apenas de funcionários, máquinas e caminhões do município. Já a cerca que contorna o local está quase toda destruída (assim como o portão de entrada) e poderá ser retirada, juntamente com a vegetação conhecida como “cerca viva” com auxílio de uma retroescavadeira, que o município também possui, assim como outros detalhes de menor importância.
SE A ÁREA DE LAZER FOR IMPLANTADA ESSA SUJEIRA, COM CERTEZA, DEIXARÁ DE EXISTIR

O mais importante de tudo é que já existem árvores frondosas cuja sombra será de grande utilidade em nossos verões rigorosos, conferindo também ao local um aspecto limpo e aprazível, não deixando espaço para que algumas pessoas venham a fazer dali (como já está começando a acontecer) um depósito para descartar lixo e móveis velhos, por exemplo, além de outras práticas ilícitas e condenáveis.


Fica a nossa sugestão e aguardamos que a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos , o Chefe do Poder Executivo, assim como os vereadores, se manifestem sobre o assunto. Os moradores, é claro, também aguardam.

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

O QUE NÓS TEMOS PARA VOCÊ

Amigos e amigas internautas, aqui nós lhes oferecemos várias seções onde publicamos algo diferente, útil ou interessante que possa ajudá-lo em seu dia a dia. Logo abaixo do título deste blog você irá encontrar as seções:

- SOBRE NÓS: um recado sobre a nossa proposta, ou seja, nossa apresentação;

- PUBLICIDADE: anúncios de empresas e seus produtos;

- GENTE BONITA: uma seleção de fotos mostrando a beleza de nossa gente, produzidas em variados ambientes e situações;

- CLASSIFICADOS: pequenos anúncios sobre compra e venda de produtos, objetos, aparelhos, imóveis, enfim, tudo o que possa ser negociado;

- SOCIAIS: notas sobre eventos diversos como shows, aniversários, casamentos e muito mais;

- CONTATO: para com você se comunique conosco;

- SITES E BLOGS: uma seleção de links de sites e blogs interessantes para você acessar com um clique;

- CONTATO: para que você se comunique conosco;

- TELEFONES ÚTEIS: para você falar com quem for necessário;

- BAIRROS E RUAS : uma relação completa com nomes de ruas de nossa cidade, bairro por bairro;

- O QUE HÁ PARA VER: um pequeno roteiro turístico sobre as atrações que São João Nepomuceno, a “Cidade Garbosa” de Minas Gerais, tem a oferecer a seus moradores e visitantes.


- FOTOGRAFIA E ARTE: dedicada à divulgação do trabalho da sensacional fotógrafa Maria Gabriela Gomes Alves, a “Gabi”;

- BIOGRAFIAS: de nossos vultos históricos e demais pessoas que colaboraram com o desenvolvimento do nosso município, sendo que a primeira publicação refere-se à vida do maior herói da nossa história: Dr. Carlos Ferreira Alves;

- NOSSAS EMPRESAS - relatando sua história desde o início das atividades até os dias de hoje.

Além de tudo isso, ainda lhes oferecemos postagens quase diárias sobre assuntos de interesse da cidade, do país e do mundo.

Naveguem à vontade pelo nosso blogue e façam bom proveito.



segunda-feira, 9 de novembro de 2015

PROJETO RAÍZES: A COR DA CULTURA PROMOVE EVENTO NA CIDADE

IMAGEM ILUSTRATIVA EXTRAÍDA DE WWW.LIVRARIACULTURA.COM.BR
Amanhã (10.11), terça-feira, na quadra da Escola de Samba Avenida Carlos Alves (ESACA), com início às 13h30min e com a participação de todas as Escolas da Educação Infantil da Rede Municipal serão abordados assuntos relacionados ao Dia da Consciência Negra, que será celebrado no próximo dia 20.

Serão trabalhados os livros de Literatura Infantil que nos remetem a Consciência Humana. Por meio da música, do teatro, da dança e da arte, a criança vai aprender e apreender sobre a Diversidade Cultural e Étnica do povo brasileiro.

Programação

13h30min (início das atividades)

- Introdução;
- Poesia: Ana Carolina (P.E. M “Reino da Fantasia”);
- Abertura: Silvanize (25 min);
- Fala da Vice-Prefeita;
- Apresentação das escolas
1 – P.E.M. “Itália Cautiero Franco” (Taruaçu);
2 – P.E.M. “Peixinho Dourado” (Roça Grande);
3 – P.E.M. “Coelhinho Fujão” (Carlos Alves);
4 – P.E.M. “Cantinho Feliz” (Ituí).
(As escolas acima, da área rural, farão apresentação conjunta).
5 – P.E.M. “Ursinho sabido”;
6 – P.E.M. “Ubi Barroso Silva”.
- POESIA: Alunos do 2º período da professora Cássia (P.E.M. “Ubi Barroso Silva”);
- Mestres em coros: Ninguém é igual a ninguém. Participação de professores e crianças.
- Palavra livre.

SEGUNDO MOMENTO – INÍCIO ÀS 18h30min

1 – Introdução;
2 – Poesia: Ana Carolina (Aluna do “Reino da Fantasia”);
3 – Abertura: Silvanize (25 min);
4 – Fala da Vice-Prefeita;
5 – Apresentação das escolas:
- P.E.M. “Reino da Fantasia”;
- P.E.M. “Algodão Doce”;
- P.E.M. “Augusto Glória”.

- Poesia: Luís Gustavo (“Reino da Fantasia”)
- Mestres em coros: cada escola, antes de iniciar, falará sobre a obra literária que será apresentada, mostrará o livro, informará o autor, a faixa etária a ser atingida e o objetivo da história.


O Projeto Raízes: a Cor da Cultura é uma realização da Secretaria Municipal de Educação de São João Nepomuceno.