domingo, 5 de abril de 2015

FOTOGRAFIA E AMOR À ARTE

                                                 Por Nilson Magno Baptista



FOTO: MARCUS MARTINS (CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA




Tive a imensa satisfação de ver as fotos de Marcus Martins realizadas na sexta-feira (03) durante a tradicional encenação da Paixão de Cristo, apresentada já há muitos anos pela impecável Cia. de Teatro Novos Horizontes, dirigida pelo fabuloso ser humano que é Ney Morais, figura respeitadíssima em nosso meio cultural.

FOTOS DE MARCUS MARTINS (CLIQUE SOBRE AS IMAGENS PARA AMPLIÁ-LAS)

Marcus Martins é são-joanense, filho de nossos amigos Beto Reis e Jane, empresários do ramo de vestuário na cidade. Jornalista, já conhecido e respeitado em Juiz de Fora, é também fotógrafo de grande talento e sensibilidade e coloca em seu trabalho com a câmera todo o amor que carrega na alma e no coração. Suas fotografias são, antes de mais nada,  obras de arte que nos enchem de emoção e arrebatamento.

 Outra figura que merece nosso carinho, a também são-joanense e fotógrafa Maria Gabriela Gomes Alves,  dirige o Grupo Fotografia E Arte, composto por amantes da arte fotográfica, como Davi Fernandes, Kell Gomes, irmã de Gabi, entre outros , e recentemente foi convidada para uma parceria com a Cia.de Teatro Novos Horizonte, atuando em locução e cobertura fotográfica do grande evento religioso, coberto inclusive pela TV Integração, afiliada da Rede Globo de Televisão em Juiz de Juiz de Fora. As fotos que produzem são simplesmente incríveis, como já tive oportunidade de observar.


FOTOS: MARIA GABRIELA GOMES ALVES E EQUIPE FOTOGRAFIA E ARTE (CLIQUE SOBRE AS IMAGENS PARA AMPLIÁ-LAS)
MARCUS MARTINS (FOTO DA INTERNET))



MARIA GABRIELA GOMES ALVES (FOTO DA INTERNET)
Por isso e muito mais, aqui rendemos a essas duas pessoas brilhantes, cada uma ao seu modo, as nossas mais sinceras homenagens, mostrando algumas imagens captadas por suas câmeras e transformadas em belíssimas obras de arte, certamente por inspiração divina. Infelizmente, para tristeza de alguns que jamais pensaram a fotografia como ARTE, mas apenas como meio de sobrevivência ou proveito material, totalmente desprovido de SENSIBILIDADE.

Um comentário: