segunda-feira, 18 de junho de 2012

" A MONTANHA",UMA SUPERPRODUÇÃO BRASILEIRA

" A MONTANHA " é um filme brasileiro de guerra,com orçamento recorde de 8 milhões de dólares e dirigido por um carioca,Vicente Ferraz.
O Brasil foi o único país latino-americano a enviar soldados para a 2ª Guerra Mundial.Foram 25.324 soldados enviados,pertencentes à Força Expedicionária Brasileira (FEB),que permaneceram 239 dias ininterruptos em combate na Itália,obtendo,entre outras,as seguintes vitórias : Massarosa,Monte Acuto,Barga,Montese,Fornoro di Taro e a mais famosa de todas, Monte Castelo.Saldo final: 2.762 feridos e 465 mortos (entre eles o expedicionário sãojoanense,José Garcia Lopes).
"A Montanha não é um filme típico de guerra.É a história dos brasileiros,italianos e alemães que se encontraram durante o maior conflito do século 20 e esse inusitado encontro mostra que,mesmo durante a guerra,os aspectos humanos podem sobreviver" (Vicente Ferraz, diretor).
SINOPSE :
Durante a 2ª Guerra Mundial,no sopé do Monte Castelo,na Itália,uma esquadra de caçadores de minas da Força Expedicionária Brasileira (FEB) sofre um ataque de pânico e acaba se perdendo em plena terra de ninguém.Desesperados,com frio,fome e sede,os pracinhas tem de optar por enfrentarem uma Corte Marcial ou encarar novamente os inimigos.Então os remanescentes do grupo decidiram rumar para outro ousado objetivo : desarmar o campo minado mais temido da Itália.No caminho encontraram um Partigiano arrependido e um oficial alemão cansado da guerra.Com a inesperada ajuda do ex-inimigo alemão,os pracinhas vão tentar realizar uma missão até então considerada impossível.
(Texto baseado em informações contidas no site Café História : http://cafehistoria.ning.com  e no blog do filme : http://amontanhaofilme.wordpress.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário